Startups brasileiras focam-se no incrível mercado de mil milhões de dólares da CBD antes da legalização
Fevereiro 28, 2022 by silvia

Startups brasileiras focam-se no incrível mercado de mil milhões de dólares da CBD antes da legalização

Embora a legalização da canábis e dos seus componentes, como o CBD, ainda não esteja prevista para ser regulada na constituição brasileira, o seu mercado já é um ambiente promissor, com um volume de negócios estimado de 26 mil milhões de reais até quatro anos após a legalização nos pais. Uma startup brasileira está pronta para esta oportunidade.

Estes dados foram recolhidos pela Kaya Mind, uma empresa especializada em consultoria de inteligência de dados de canábis.

altifalante portátil preto e prateado ao lado de folhas verdes, startup brasileira tem os olhos nesta nova oportunidade

"É muito raro, na fase avançada da maturidade que a economia global está em, para que novos mercados bilionários emerjam do zero, que é o que tem acontecido com o setor da canábis com a recente flexibilidade em relação à planta em todo o mundo", declarou Maria Eugênia Riscala, CEO da Kaya Mind.

"Além disso, a fábrica tem inúmeros fins, sendo capaz de fornecer matéria-prima para os mais variados setores, temos um mercado extremamente promissor dentro das suas limitações", diz. "A canábis não substituirá todos os usos médicos ou de construção, mas pode beneficiar muitos destes mercados."

Com um olho neste potencial, muitas startups brasileiras relacionadas com o setor têm surgido no Brasil nos últimos anos.

De acordo com Marcelo De Vita Grecco, diretor de marketing da O Centro Verde, uma plataforma especializada em aceleração de startups brasileiras, com foco em negócios focados na indústria da canábis, a construção deste ecossistema ainda está na sua infância, "mas as startups brasileiras exploram da biotecnologia para a economia criativa, passando por soluções financeiras e tendo um importante berço no meio académico".

"As iniciativas das startups brasileiras devem crescer e multiplicar-se com o avanço deste mercado", diz o executivo. Para ele, a impossibilidade de um cultivo mais alargado de canábis no país não tem um impacto relevante nessas iniciativas.

"Embora o lançamento não ocorra, a cadeia de produção pode desenvolver-se inicialmente através de importações legais de derivados da fábrica", explica Grecco. "Há muita matéria-prima em oferta, mesmo em países vizinhos como o Uruguai e o Paraguai. Com isso, estrategicamente, a tecnologia seria desenvolvida no país para diferentes aplicações, sistema logístico e, mais importante, o mercado de consumo".

Uma bandeja de madeira marrom retangular cheia de chá. A startup brasileira tem a oportunidade de trazer o CBD e os seus benefícios para as mesas das pessoas.

Considera que, antes de se centrar tanto no cultivo, tem de haver procura para absorver esta produção; caso contrário, o país torna-se mais um produtor de matérias-primas e não de produtos finais (como medicamentos à base da planta, por exemplo). "É o caso do Uruguai e do Equador. Ambos estão muito focados na produção, há muita gente a plantar, mas ainda não há procura suficiente para absorvê-la", explica. "Com um mercado formado, quando a plantação é lançada numa startup brasileira, o crescimento no fornecimento de matérias-primas ajudará a tornar os produtos finais mais baratos e acessíveis."

Do que depende a libertação de cultivo de canábis numa startup brasileira?

Da autoria do deputado Fábio Mitidieri (PSD/SE), Bill (PL) 399/2015, o mais avançado do país em relação ao assunto, foi aprovado em 8 de junho deste ano por uma comissão especial da Câmara dos Deputados, na sequência, conclusivamente, da aprovação pelo Senado Federal. Ainda não há previsão para votar pelos senadores.

Embora a plantação e a utilização de canábis noutras áreas ainda não seja uma realidade, o consumo de derivados vegetais tem um forte apelo na indústria farmacêutica. Atualmente, cerca de 60 países têm regulamentos específicos para o uso medicinal de canábis, que podem ser usados de forma segura e eficaz no tratamento do autismo, epilepsia, doença de Alzheimer, fibromialgia, depressão, ansiedade e dor crónica.

Como terapia para condições psiquiátricas como transtorno de ansiedade, psicose, depressão, e outros, especialistas garantem que estas substâncias mostram promessa, embora ainda sejam necessários níveis mais elevados de evidência.

Segundo o médico biomédico Renato Filev, especialista em canábis e sistema endocanabinóide e médico em neurociência da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a falta de regulação e criminalização da canábis afeta toda a gente, mesmo aqueles que nunca usaram canábis.

"A proibição da droga acaba por gerar mais custos e danos sociais e públicos e individuais na saúde do que aqueles que a política visa combater", declara Filev. "O resultado é que as pessoas que enfrentam algum problema de saúde para os quais a canábis pode ser usada são afetadas pela proibição de diferentes camadas."

vela votiva. A startup brasileira tem as suas vantagens em termos de CBD e outros produtos de marijuana.

Gostou desta publicação sobre startups brasileiras focadas no incrível mercado de mil milhões de dólares da CBD antes da legalização? Pode ler aqui:

Happy woman stretching
TOPIC

SIGN UP

Get daily updates
Sign up with your email address to receive news and updates.
silvia
Silvia is a freelance writer and medical cannabis activist who lives in Tacoma. When she’s not writing about cannabis or working to bring a better medical cannabis system to Washington, she likes to DJ, play adaptive sports and volunteer in his Tacoma community. She supports national legalization and the opening up of the medical cannabis market in all 50 states.
back to all posts
| Fevereiro 28, 2022
Bilhetes com óleo de canábis são a aposta para viagens mais suaves em Berlim em 2021
Bilhetes com óleo de canábis são a aposta para viagens mais suaves em Berlim em 2021 A operadora de transportes públicos de Berlim BVG apresentou um "bilhete de marijuana" comestível contendo óleo de canábis, que ela brinca ajudaria a aliviar o stress das viagens de Natal e aliviar o famoso mau humor dos berlinenses. A […]
<< read more
| Fevereiro 28, 2022
Os primeiros pedidos de licença de marijuana de Nova Iorque estão agora a ser aceites por uma tribo indiana.
Num comunicado divulgado na sexta-feira, a tribo referiu que tinha aprovado uma portaria em junho que aprovava a legalização da canábis recreativa e estabeleceu os seus próprios regulamentos. Os adultos com idades entre os 21 e os 21 anos estão agora autorizados a crescer até 12 plantas para uso pessoal, e a portaria estabeleceu um processo de licenciamento para empresas de licença de marijuana.
<< read more
| Fevereiro 28, 2022
Meladol, ideal para 1 noite de sono perfeita?
Num mundo cheio de informação e eventos, os problemas com o sono tornaram-se bastante comuns entre muitas pessoas em todo o planeta. A insónia pode ser uma consequência da ansiedade, stress, falta de hábitos saudáveis. Meladol pode ser um aliado valioso nestes casos.
<< read more
1 2 3 14
DIRECTORY
ARTICLES

Programs

Women Techmakets
Agency Program
Startup Launchpad

Programs

Phone
Name
Email

canna & co

cannabis company

Links

Magazine
Blog
Shop

Contact

Phone
Adrdress
Email
CANNA & CO, 2021 © All Rights Reserved | Desing by Tank Studio Lab
Political privacy | Terms & Conditions