Grandes notícias 4: Luxemburgo permite cultivo e consumo de canábis
Fevereiro 28, 2022 by silvia

Notícias de última hora! Luxemburgo vai permitir cultivo e consumo de canábis

O país é o primeiro na Europa a adotar uma medida para regular o cultivo e o consumo de canábis, que visa travar o tráfico de droga. Os cidadãos poderão crescer até quatro plantas de canábis por agregado familiar apenas para uso pessoal.

O Luxemburgo tornou-se o primeiro país europeu a liberalizar o cultivo de canábis como parte de um pacote governamental de combate aos crimes associados ao tráfico de droga.

De acordo com o pacote apresentado pelo governo esta sexta-feira (22), os cidadãos com mais de 18 anos poderão praticar o cultivo de canábis e crescer até quatro plantas de canábis por residência, mas apenas para uso pessoal.

a lente peixe-olho de planta verde na frente da casa. O Luxemburgo permite o cultivo e consumo de canábis em sua casa, para uso individual.

O local de cultivo de canábis pode ser dentro ou fora das casas, incluindo varandas, terraços ou jardins. No entanto, a posse e o uso de marijuana em locais públicos continuarão proibidos.

A proposta simplifica, no entanto, a legislação penal que permitirá a posse e compra de até três gramas de marijuana, o que deixará de ser crime e será considerado um crime menos grave.

Enquanto aqueles que comercializam canábis continuarem a ser considerados traficantes pela lei, aqueles que estão acima desse montante serão tratados como antes.

O valor das coimas aplicadas por violações da lei será reduzido do valor atual entre 251 e 2.500 euros para entre 25 e 500 euros. O governo esclareceu ainda que a proibição de consumo para os condutores continuaria a aplicar-se com tolerância zero.

As sementes de marijuana também serão permitidas sem impor limites ao número de níveis de tetrahidrocanabinol, o agente psicoativo da marijuana. Será possível comprá-los em lojas, comércio online ou até mesmo importá-los.

O pacote governamental também prevê um aumento da presença policial, câmaras de vigilância para agentes da polícia e o planeamento de uma campanha para prevenir o consumo de drogas nas escolas.

Pioneiro na Europa

planta verde na lente de mudança de inclinação. Este país permite agora o cultivo e consumo de canábis, para uso pessoal.

De acordo com o Centro Europeu de Monitorização de Drogas, sediado em Lisboa, o Luxemburgo será pioneiro na Europa ao adotar os novos regulamentos sobre o cultivo da canábis. A introdução das medidas, previstas há algum tempo no país, foi adiada por várias razões, incluindo a pandemia Covid-19.

Existe também a intenção de permitir a produção nacional de sementes para fins comerciais, mas os planos para uma cadeia de produção nacional e distribuição regulamentada pelo Estado também foram adiados devido à pandemia.

A intenção é garantir a qualidade do produto, com o produto das vendas doadas à prevenção do consumo de drogas, educação e cuidados de saúde para toxicodependentes.

O ministro da Justiça do Luxemburgo, Sam Tamson, disse que mudar a lei para permitir o cultivo doméstico de canábis é o primeiro passo. "Achámos que era preciso agir. Temos o problema da droga, e a canábis é a droga mais usada e ocupa uma grande parte do mercado ilegal", observou.

"A ideia é que o consumidor não se encontre numa situação de ilegalidade ao consumir canábis. Não queremos encorajar uma cadeia inteiramente ilegal, desde a produção até aos transportes e às vendas, onde há muito sofrimento envolvido. Queremos fazer tudo o que estiver ao seu alcance para nos afastarmos mais do mercado ilegal."

Luxemburgo permite cultivo e consumo de canábis

A marijuana foi incluída na medida como uma droga recreativa, e o seu uso poderia ser legalizado para adultos com idade igual ou superior a 18 anos.

De acordo com o modelo não comercial proposto, com a possibilidade de obter uma multa até 25-500 euros (29-581 euros) por possuir mais de três gramas de marijuana em público, a posse de mais de três gramas continuaria a ser um crime civil.

Atualmente recomenda-se que a coima máxima por posse de arma de fogo seja de 2.500 euros (2.908 dólares).

Por exemplo, os adultos poderiam comprar e comercializar sementes de canábis para o seu jardim, oferecendo assim acesso à planta de canábis e ao cultivo de canábis.

Existem, naturalmente, desafios na estimativa da produção do que é principalmente um produto agrícola ilegal (com exceção das plantas produtoras de fibra e, por vezes, das plantas produtoras de drogas que são descriminalizadas).

Tal como acontece com a deteção de papoilas de ópio, as imagens de satélite são mais difíceis de detetar as culturas de canábis ao ar livre e raramente são utilizadas para esse fim, principalmente devido ao seu custo.

Em contrapartida, as culturas de cultivo de canábis interiores cresceram exponencialmente na última década, quer na América do Norte, na Europa Ocidental ou no Canadá, e o tamanho dessas culturas é muito difícil de estimar.

Este país permite agora o cultivo e consumo de canábis, para uso pessoal.

Além disso, as subculturas que suportam a canábis tendem a ser muito mais dispersas do que as que apoiam as culturas de papoila de ópio ou de ópio. A canábis é uma droga especialmente popular que tem beneficiado de numerosas subculturas.

Num continente onde até os Países Baixos legalizam a droga, o pequeno mas financeiramente poderoso país europeu fez história. Em cafés legais, a marijuana é permitida para consumo e venda, mas não é permitida na posse doméstica.

Então, aqui vai! O cultivo da canábis está a crescer e a tornar-se mais vasto em todo o mundo. Está disposto a saber mais sobre este e outros tópicos? Pode fazê-lo aqui mesmo:

Happy woman stretching
TOPIC

SIGN UP

Get daily updates
Sign up with your email address to receive news and updates.
silvia
Silvia is a freelance writer and medical cannabis activist who lives in Tacoma. When she’s not writing about cannabis or working to bring a better medical cannabis system to Washington, she likes to DJ, play adaptive sports and volunteer in his Tacoma community. She supports national legalization and the opening up of the medical cannabis market in all 50 states.
back to all posts
| Fevereiro 28, 2022
Bilhetes com óleo de canábis são a aposta para viagens mais suaves em Berlim em 2021
Bilhetes com óleo de canábis são a aposta para viagens mais suaves em Berlim em 2021 A operadora de transportes públicos de Berlim BVG apresentou um "bilhete de marijuana" comestível contendo óleo de canábis, que ela brinca ajudaria a aliviar o stress das viagens de Natal e aliviar o famoso mau humor dos berlinenses. A […]
<< read more
| Fevereiro 28, 2022
Os primeiros pedidos de licença de marijuana de Nova Iorque estão agora a ser aceites por uma tribo indiana.
Num comunicado divulgado na sexta-feira, a tribo referiu que tinha aprovado uma portaria em junho que aprovava a legalização da canábis recreativa e estabeleceu os seus próprios regulamentos. Os adultos com idades entre os 21 e os 21 anos estão agora autorizados a crescer até 12 plantas para uso pessoal, e a portaria estabeleceu um processo de licenciamento para empresas de licença de marijuana.
<< read more
| Fevereiro 28, 2022
Meladol, ideal para 1 noite de sono perfeita?
Num mundo cheio de informação e eventos, os problemas com o sono tornaram-se bastante comuns entre muitas pessoas em todo o planeta. A insónia pode ser uma consequência da ansiedade, stress, falta de hábitos saudáveis. Meladol pode ser um aliado valioso nestes casos.
<< read more
1 2 3 14
DIRECTORY
ARTICLES

Programs

Women Techmakets
Agency Program
Startup Launchpad

Programs

Phone
Name
Email

canna & co

cannabis company

Links

Magazine
Blog
Shop

Contact

Phone
Adrdress
Email
CANNA & CO, 2021 © All Rights Reserved | Desing by Tank Studio Lab
Political privacy | Terms & Conditions